3 TIPOS DE MINDSET REATIVOS

Share

3 TIPOS DE MINDSET REATIVOS

TIPOS DE MINDSET REATIVOS

Todos temos momentos em que não estamos no nosso melhor.

por Sophie Poulsen.

Em tempos de estresse e ansiedade, encontramos diferentes maneiras de lidar; nosso estresse se manifesta de maneiras diferentes. Isso pode ter efeitos devastadores sobre os líderes que desconhecem seus próprios mecanismos de enfrentamento e estilo reativo.

Ao contrário dos líderes criativos, que são capazes de liderar com clareza de visão e propósito em meio à complexidade e ambiguidade, os líderes reativos são menos conscientes e influenciados por fatores externos.

Existem três tipos de mindset reativos – conformidade, controle e proteção – que frequentemente surgem nessas situações de alta tensão ou ambíguas.

Desenvolvemos essas mentalidades desde tenra idade para lidar com situações difíceis. Como resultado, construímos “estruturas mentais” que oferecem maneiras diferentes de interpretar e interagir com o mundo ao nosso redor.

Com base na teoria da neurose da psicóloga alemã Karen Horney em seu livro, Our Inner Conflicts, os pesquisadores Bob Anderson e Bill Adams adaptaram essas mentalidades ao desenvolvimento da liderança.

Aproveite suas limitações para facilitar sua caminhada

Qualquer líder pode se identificar com mais de uma das mentalidades reativas. Até um líder “evoluído” pode regredir; é tudo sobre autoconsciência.

Para superar suas tendências reativas, você deve descobrir suas necessidades subjacentes.

Qual é o gap que você está tentando preencher? Pense nisso em termos de emoções, não capacidades.

É geralmente aceito que existem quatro emoções básicas:

  • felicidade;
  • tristeza;
  • medo; e
  • raiva.

Se você examinasse suas necessidades e comportamentos essenciais, que emoção você está sentindo?

Digamos que Raquel estivesse discutindo com um de seus funcionários e decidiu desistir, mesmo sabendo que estava certa. Nessa situação, a necessidade básica dela era que sua funcionária não ficasse brava ou chateada com ela. Nessa situação, ela estava com medo de rejeição.

Vamos dar o primeiro passo para superar suas tendências reativas.

Pense em um episódio recente em que você se encontrou com um mindset reativo (escolha um). Pergunte a si mesmo:

  • Quais são os dons e talentos naturais desse mindset?
  • Quais são as suas responsabilidades e limitações?

Imagine que você usaria de forma mais construtiva os dons e talentos que acompanham esse comportamento, sem você bloquear a si próprio.

Transforme isso em uma declaração:

Eu gostaria de [dom ou talento] sem [responsabilidade ou limitação]. 

Por exemplo: “eu gostaria de ser leal sem ignorar minhas próprias necessidades”.

Depois de agir desse jeito, pergunte-se:

Qual foi o risco que você correu?
Como se sentiu?
O que isso lhe diz?
Como você pode lidar com isso?

Referência(s)

Sophie Poulsen e Berend-Jan Hilberts – 3 TYPES OF REACTIVE MINDSETS

Autor: Ronaldo Lundgren

Possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras; é Mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College; e Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Deixe uma resposta