Por que você ainda não encontrou seu objetivo?

Share

Por que você ainda não encontrou seu objetivo?

Por que você ainda não encontrou seu objetivo

O aconselhamento de carreira pressupõe que você saiba o que deseja fazer, mas não sabe como fazê-lo

por Brianna Wiest.

Sentir que você não sabe o que quer fazer da sua vida é um problema apenas piorado pelo fato de parecer que todos que o rodeiam sabem.

Seus melhores amigos da faculdade se formaram e começaram a trabalhar.

Você, por outro lado, flutuou… Pegou o que estava disponível… Encostou… Assistiu seus pais se aposentarem…

Você não sabe o que é pior:

se aposentar de um emprego que nunca gostou ou não conseguir se aposentar.

Seus amigos, se não estão satisfeitos, buscam novos caminhos. Mesmo quando têm dúvidas se vão permanecer no emprego ou trabalhar por conta própria, eles têm algo a seguir.

Você faria o mesmo, se tivesse um propósito claro.

Você é o tipo de pessoa que

  • está disposto a trabalhar até altas horas;
  • enfrenta riscos para crescer na vida;
  • faz sacrifícios para se sustentar em sua transição.

Nenhum sonho seu é maior do que escrever esse e-mail de demissão. Você quer estar tão apaixonado pelo seu futuro que nada importa mais.

Mas primeiro você tem que saber o que é esse futuro.

Todo aconselhamento de carreira baseia-se no pressuposto de que você sabe o que deseja fazer – apenas não sabe como fazê-lo.

Os aconselhamentos populares de carreira ignoram uma questão fundamental: a maioria das pessoas não sabe o que quer. Elas podem ter uma ideia, mas certamente não estão convencidas de que é viável a longo prazo.

Todo o conceito de “faça o que você ama” repousa na noção de que, no fundo, todos sabemos o que amamos. Negligencia o fato de que a maioria das pessoas não sabe o que ama para arriscar tudo para alcançá-lo.

Mas aqui está o segredo: ninguém, nem mesmo aqueles que parecem ter tudo tão resolvido, sabe ao certo que o que estão fazendo é o que “querem” fazer.

Mesmo que tenham uma profunda convicção, posso assegurar que há dias em que estão cheios de dúvidas. Mesmo se eles estiverem no caminho certo, há dias de contratempos e falhas totais.

Saber o que você quer fazer com sua vida é um processo de quebrar ideias arcaicas sobre “propósito” e confrontar os fatos mais óbvios a seu respeito.

Ninguém deve fazer apenas uma coisa na vida

Trabalhei como repórter de notícias e escritora de entretenimento e adorei cada trabalho enquanto o fazia. Nenhuma dessas carreiras é o que eu acredito que meu “propósito” seja – mas ambas eram o meu propósito na época. Elas me trouxeram aqui.

Seu objetivo é estar vivo e ter uma experiência de vida. É uma coisa fluida e adaptável.

Metade do seu estresse vem do fato de você achar que precisa escolher uma carreira e deixá-la defini-lo de maneira permanente.

Mesmo se você tiver um emprego e se aposentar em 30 anos – o que não é mais nem um pouco próximo da norma -, provavelmente você não terá apenas uma função ou cargo nessa empresa durante todo esse tempo. Seu papel muda e você também.

Algumas pessoas pensam que a única coisa que “devem fazer” é o seu trabalho. Não é assim que o propósito funciona.

Seu objetivo é estar vivo e ter uma experiência de vida. É uma coisa fluida e adaptável.

Seu objetivo quando você estava no ensino fundamental era estar no ensino fundamental. Quando está saindo com seus amigos é sair com eles. Ao assistir o pôr do sol é assistir ao pôr do sol.

Você tem um objetivo diferente a cada minuto do dia

Não existe um trabalho que possa resumir e qualificar sua experiência de vida.

Se você não sabe o que quer fazer da sua vida, é porque não precisa saber agora.

Talvez você ache que seu “objetivo” é algum tipo de código secreto incorporado a sua psique e que uma auto-pesquisa desbloqueará esse código. Eu sei que você acha que a resposta chegará um dia, só que não.

Caso não saiba o que quer fazer da vida, alcançar e agarrar qualquer coisa que apareça apenas o afastará ainda mais da compreensão do que você precisa fazer.

Se não sabe agora, é porque não precisa saber agora. Se precisasse saber, saberia com certeza.

Em vez disso, você precisa se concentrar em duas coisas, e apenas duas: pagar as contas e desenvolver habilidades em que você é naturalmente bom.

Quando está dirigindo tarde da noite, seus faróis mostram os próximos metros a sua frente, não a estrada inteira. É tudo o que você precisa. Você pode chegar com segurança ao seu destino, mesmo que consiga ver apenas os próximos metros à frente.

O resto do seu caminho se revelará com o tempo.

No entanto, existe uma maneira de descobrir qual pode ser sua opção de carreira mais viável – se esse é o seu “objetivo” ou não.

Muitas pessoas, ao concluir este exercício, se sentem mais conectadas com o que deveriam fazer da vida. Eu concordo. Acho que a interseção de seus interesses, habilidades e necessidades do mundo geralmente é onde nos sentimos mais realizados, produtivos e como se estivéssemos contribuindo não apenas para o auto-crescimento, mas para a humanidade em geral.

Veja como:

1. Anote o que você gosta

Tudo em que você pode pensar. Música, tópicos que gosta de discutir, coisas que faz no seu tempo livre, aquilo que acha bonito.

Todo mundo tem alguma coisa de que gosta. Isso pode incluir ajudar as pessoas, sentir-se produtivo, ser saudável e assim por diante.

2. Anote em que você é bom

Não é o que você é absolutamente o melhor. Apenas no que você é bom. Sua qualificação natural. Isso pode incluir assuntos em que você era forte na escola ou tarefas que você conclui com mais rapidez ou eficácia do que outros, e assim por diante.

3. Identifique uma lacuna de mercado

Onde duas das coisas acima se cruzam é ​​o seu objetivo.

Onde esse objetivo preenche uma lacuna de mercado é a sua carreira.

Portanto, se você sabe que gosta de ciência, é bom em escrever e há muitas oportunidades de trabalho para escritores de ciências, essa é a sua carreira mais lucrativa.

O maior segredo é que você está cumprindo seu objetivo no momento, mesmo que não perceba.

Você pode repetir isso várias vezes. Pode precisar de semanas, meses ou anos para descobrir quais são essas três coisas. Tudo bem. Não existe um prazo para você descobrir seu objetivo. Não há um momento certo para descobrir seu propósito.

O maior segredo é que você está cumprindo seu objetivo no momento, mesmo que não perceba.

Você está naturalmente gravitando em relação ao que lhe interessa. Fazendo o que gosta e buscando oportunidades para essas coisas. Em todos os momentos do seu dia, você está fazendo o que veio fazer aqui – mesmo que isso inclua um pouco de perda.

A coisa mais importante que você pode fazer agora é cuidar de si mesmo.

Não tenha pressa. Continue descobrindo novas partes de si mesmo e não pare.

Referência(s)

Brianna Wiest – Why You Still Haven’t Found Your Purpose

Autor: Ronaldo Lundgren

Possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras; é Mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College; e Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Deixe uma resposta