Deixe de divagar: Você sabe gerenciar seu pensamento?

Share

Deixe de divagar: Você sabe gerenciar seu pensamento?

Deixe de divagar: Você sabe gerenciar seu pensamento?

por Brett & Kate McKay.

É fácil perder o foco. Procrastinar também. Desviar o pensamento, quem nunca desviou? Às vezes, seus modos de atenção voluntária e involuntária precisam de uma pausa. De um descanso.

Embora divagar (ou sonhar acordado) possa aumentar a criatividade e nos ajudar a resolver problemas não resolvidos, também pode nos distrair em momentos inoportunos e nos levar a refletir sobre pensamentos e emoções negativas.

Assim, enquanto sonhar acordado pode parecer o máximo em espontaneidade criativa, para maximizar seus benefícios e minimizar suas desvantagens, é melhor gerenciar ativamente seus momentos de divagação.

Haja Intencionalmente

Defina um tempo para deixar sua mente divagar.

Em vez de limitar seus devaneios a esses poucos momentos, quando seu pensamento se desvia involuntariamente da tarefa e quando você o puxa de volta ao trabalho, encontre momentos ao longo do dia em que você deliberadamente permita ao seu cérebro vagar à vontade.

Alguns grandes pensadores e líderes criaram o hábito de definir parte de seus dias em que eles não fazem nada, exceto deixar sua mente divagar livremente.

Além de bloquear um horário específico em sua programação para desviar a mente, dê permissão ao seu cérebro para vaguear quando estiver realizando atividades de baixa cognição, como durante o banho.

Um pouco de estímulo habitual parece realmente libertar a mente para receber inspiração.

Se você se encontrar preso a um problema, em vez de ficar sentado tentando forçar uma solução, faça uma pausa. A resposta pode muito bem chegar a você no chuveiro.

Decida que tipo de sessão de divagação mental você deseja ter

Quando sonhamos acordados, nossa mente tem uma tendência a desviar-se para pensamentos e emoções negativas.

Faz isso para direcionar nossa atenção para problemas não resolvidos em nossas vidas. Isso pode ser benéfico. Por isso é bom deixar de lado intencionalmente momentos em que você se permite ter uma preocupação.

Faça uma lista de tudo com o que você está preocupado. Ao lado de cada preocupação, escreva uma “próxima etapa” – algo tangível que você pode fazer, por menor que seja, para começar a resolver esse problema.

Se, por enquanto, não há realmente nada que você possa fazer, tome nota disso e imagine apresentar o problema para outra sessão.

Às vezes, porém, não queremos que nossas divagações cognitivas passem para o lado sombrio e sejam tão deprimentes. Em vez disso, esperamos que nossos devaneios possam gerar um pouco de inspiração ou criatividade.

Nesse caso, concentre-se ativamente em pensamentos positivos enquanto sua mente divaga.

Se ela começar a se desviar para coisas mais negativas, faça-a voltar ao curso.

Tente criar uma “gaveta mental” com assuntos positivos que você pode folhear. Boas lembranças de infância, coisas que você ama na sua namorada, as últimas férias que tirou e assim por diante.

Deixe de divagar: Você sabe gerenciar seu pensamento? Experimente adotar essas dicas simples. Veja os benefícios para sua vida pessoal e profissional.

Referência(s)

Brett & Kate McKay. Become the Supreme Commander of Your Mind: How to Effectively Manage Your Attention.

Autor: Ronaldo Lundgren

Possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras; é Mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College; e Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Deixe uma resposta