O melhor estilo de liderança

Share

por Marco Fabossi.

estilo

O palestrante chegou ao evento para proferir uma palestra e, para sua surpresa, no auditório só havia um homem sentado na primeira fila. Desconcertado, o palestrante conversou com ele e perguntou se deveria ou não ministrar a palestra só para ele, que respondeu:
– Sou um homem simples, não entendo muito dessas coisas, mas se eu entrasse num galinheiro e encontrasse apenas uma galinha para alimentar, eu certamente a alimentaria.
O palestrante entendeu o recado e ministrou a palestra inteira, como se o auditório estivesse cheio. Quando terminou, perguntou ao homem:
– Então, gostou da palestra?
E o homem respondeu:
– Como eu lhe disse, sou um homem simples, não entendo muito dessas coisas, mas se eu entrasse num galinheiro e tivesse apenas uma galinha para alimentar, eu não daria o saco inteiro de milho pra ela.

É natural que cada líder tenha um estilo preferido ou predominante, mas qual é o melhor estilo de liderança? Delegando atividades ou centralizando? De forma democrática ou autocrática? Treinando ou deixando as pessoas aprender por conta própria? Segundo pesquisa recente da Hay Group, nem um nem outro. O ideal é adotar o estilo de liderança mais apropriado a cada circunstância, por isso, é muito importante que o líder acrescente formas diferentes de atuar ao seu repertório, ainda que não sejam naturais ao seu jeito de ser.

Por isso, não importa qual é o seu estilo preferido, se decidir adotá-lo em todas as situações, certamente perderá a oportunidade de chegar ao melhor resultado. Muito bem, mas o que é preciso levar em conta para adotar o estilo mais adequado?

Existem basicamente quatro variáveis que precisam ser consideradas na definição da melhor abordagem de liderança: A primeira é o grau risco que a situação oferece. A segunda é o nível de complexidade da situação. A terceira, a maturidade das pessoas envolvidas, e a quarta, a urgência da solução.

Se uma situação é complexa, urgente, de alto risco, e as pessoas envolvidas têm pouca maturidade para lidar com ela, por exemplo, é preciso adotar um estilo mais executor. Se é menos complexa, baixo risco, e com tempo pra ser realizada, um estilo mais treinador ou delegador pode ser mais adequado.

Portanto, o melhor estilo de liderança é o seu, desde que você seja suficientemente flexível para adaptá-lo ao que pede cada situação.


(*) Marco Fabossi. Conferencista, Escritor, Consultor, Coach Executivo e Coach de Equipe, com foco em Liderança e Coaching.

Autor: Ronaldo Lundgren

Possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras; é Mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College; e Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Deixe uma resposta