O que é motivação pessoal?

Share

por Ronaldo Lundgren.

o que é motivação pessoal

O QUE É MOTIVAÇÃO PESSOAL?

A motivação humana tem sido um dos maiores desafios na gestão organizacional para muitos psicólogos, gerentes e executivos.

Inúmeras pesquisas têm sido elaboradas. Diversas teorias têm tentado explicar o funcionamento desta força aparentemente misteriosa. Ou ainda desconhecida, que leva as pessoas a agirem em direção do alcance de objetivos.

Ainda existe muita confusão e desconhecimento sobre o que é e o que não é motivação.

Fatores motivacionais

Quando uma pessoa caminha para alcançar um objetivo, ela não necessariamente está motivada a atingir este objetivo.

Os fatores que a levam a caminhar naquela direção podem ser intrínsecos (internos) ou extrínsecos (externos).

Quando são intrínsecos, há motivação; quando são extrínsecos, há apenas movimento ou apenas satisfação.

Muitas vezes, uma pessoa tem o desejo de realizar algo para evitar uma punição, ou para conquistar uma recompensa. Nestes casos, a iniciativa para a realização da tarefa não partiu da própria pessoa. Ela está agindo por conta de um terceiro. Este fator extrínseco é o que a estimulou. De alguma forma, o fator serviu para que ela se movimentasse em direção ao objetivo pretendido.

A pessoa não teria caminhado em direção ao objetivo caso não houvesse a punição ou a recompensa.

As pessoas podem, também, agir levadas por um impulso interno (fator intrínseco), por uma necessidade interior. Neste caso, existe vontade própria para alcançar o objetivo. Existe motivação.

Conceito: o que é motivação?

Motivação é um impulso que faz com que as pessoas ajam para atingir seus objetivos.

A motivação envolve fenômenos emocionais, biológicos e sociais. Ela é um processo responsável por iniciar, direcionar e manter comportamentos relacionados com o cumprimento de objetivos.

Motivação é o que faz com que os indivíduos dêem o melhor de si. Que façam o possível para conquistar o que almejam. Muitas vezes, alguns acabam até mesmo “passando por cima” de outras pessoas.

A partir destas colocações pode-se, então, entender a motivação como uma energia, uma tensão, uma força, ou ainda, um impulso interno aos indivíduos.

O papel do líder na motivação pessoal

É relevante considerar que a motivação é interior a cada indivíduo. É ela que o leva a agir espontaneamente para alcançar determinado objetivo. Assim, não é possível motivar uma pessoa.

O que é possível é criar um ambiente compatível com os objetivos da pessoa. Um ambiente no qual a pessoa se sinta motivada.

Para criar esse ambiente compatível, o líder dispõe dos recursos que a legislação e a empresa colocam a sua disposição. (para maior aprofundamento no assunto, ver O papel do líder na motivação de equipe).

Dentre as ferramentas disponíveis existem as disciplinares e as de recompensa.

Se todas as vezes que alguém falta ou atrasa, houver punição, a partir do momento que tal conseqüência desagradável deixar de existir, o comportamento indesejável reaparecerá. Isto é, as faltas e os atrasos voltarão a se repetir.

Por outro lado, se um aumento nos níveis de vendas for premiado por uma gratificação especial, a partir do momento em que este prêmio deixar de existir, o empenho dos vendedores diminuirá e as vendas voltarão a cair. Provavelmente, a níveis inferiores àqueles já atingidos antes da concessão do prêmio.

Nem todos os líderes do mercado atual sabem como botar na prática as ferramentas que podem ajudar na motivação de seus funcionários. Porém, se o líder deseja criar um ambiente favorável à motivação, vale a pena utilizar as seguintes dicas:

Evite julgamentos

É necessário neutralizar as emoções ao máximo no ambiente de trabalho. Evite fazer julgamentos. Não tire conclusões baseadas em ‘fofocas’. Priorize os fatos concretos.

O líder deve observar as situações de longe. A partir daí, tirar suas conclusões de acordo com o que foi visto. Sem ser afetado pelo ambiente ou por funcionários específicos.

Integre-se

O líder deve estar sempre bem integrado à sua equipe e vice-versa. Somente desta maneira é possível analisar situações e comportamentos com clareza. Não se deixe influenciar por conversas e falações alheias que não condizem com a realidade de seus funcionários.

Mantenha o foco

Um líder deve se manter focado em suas responsabilidades. Deve também saber como direcionar os talentos da empresa para as áreas específicas onde podem evoluir. E ainda, assumir tanto os acertos como os erros que possam ocorrer ao longo deste processo.

Incentive a autonomia

Assim como direcionar talentos para seus devidos lugares, o ato de capacitar e gerar autonomia nas equipes de trabalho também são responsabilidades de um líder.

Para aumentar a produtividade e para estabelecer relacionamentos saudáveis no ambiente de trabalho, o líder deve promover

  • oportunidades;
  • conhecimento;
  • desenvolvimento; e
  • independência de funcionários.

Considerações finais

Como as pessoas não se deixam manipular, o líder deve agir sempre com o máximo respeito por cada individualidade. Só assim ele vai criar as condições para o desenvolvimento da motivação.

A motivação vai durar enquanto a necessidade interior de cada pessoa não for suprida.

Sabemos que se as pessoas envolvidas numa tarefa estiverem suficientemente motivadas, elas conseguirão superar quaisquer tipos e graus de dificuldades.

O ditado “Uma empresa é feita por suas pessoas” expressa a mais pura realidade. Pena que muitos executivos ainda não acreditem.

Referências

Marcos Bueno. As teorias de motivação humana e sua contribuição para a empresa humanizada: um tributo a Abraham Maslow.

Convenia. Conheça os itens essenciais para ser um líder que gera altos índices de motivação em suas equipes subordinadas.

Significados. O que é motivação.

Autor: Ronaldo Lundgren

Possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras; é Mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College; e Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Deixe uma resposta