Conflito de valores

Share

por Ronaldo Lundgren.

Conflito de valores

Em que você acredita? Em Deus? Na importância da família? No trabalho? No império das leis? Cada um tem um rol de crenças. Tais crenças vão sendo consolidadas ao longo de sua formação como indivíduo. Ela inicia com a educação fornecida por seus pais; depois vem a escola, os amigos, a vizinhança…

Podemos definir crenças como suposições ou convicções julgadas verdadeiras a respeito de pessoas, conceitos ou fatos.

Crença
Crença

Crenças

Crenças ficam como guardadas em um cofre. Algumas são tão fortes que dificilmente mudam. Outras evoluem à medida que novas “certezas” vão se acumulando ao conhecimento. Alguns consideram que as crenças são imutáveis. Não é bem assim. Se algum dia você acreditou que o Papai Noel trazia seu presente de Natal, é bem provável que já tenha entendido o que de fato acontecia e assim, modificado uma de suas crenças.

Experimente fazer uma lista com as 10 “coisas” que você mais acredita. Não vai lhe tomar nem cinco minutos para lista-las. Se quiser, envie-as para o e-mail ronaldolundgren@lideranca.blog.br e poderemos dialogar um pouco mais a respeito do assunto.

Das suas crenças, qual a mais importante? A que tem mais valor? Os valores representam o grau de importância atribuído, subjetivamente, a suas crenças. Valores são aprendidos. Variam de acordo com a sociedade, a cultura ou a época.

Se há uns anos atrás fumar em público era um sinal de status, sendo valorizado por muita gente, hoje é considerado um conceito retrógrado, que apenas as pessoas que não se preocupam tanto com a sua saúde ainda persistem em fazê-lo.

Os valores se organizam numa estrutura pessoal e única para cada indivíduo. Eles não podem ser vistos nem ouvidos mas, apesar disto, são reais. O comportamento dos indivíduos ou até mesmo de um grupo de pessoas é influenciado, de modo consciente ou inconsciente, pelos valores.

Valores
Valores

Valores

Proponho um novo desafio: com aquelas 10 crenças que você listou anteriormente, defina uma ordem de prioridade. Qual a mais importante? A segunda, terceira, e assim por diante. Caso deseje, envie-as para o e-mail ronaldolundgren@lideranca.blog.br.

De maneira semelhante, empresas estabelecem os seus valores, divulgando-os para funcionários, clientes, fornecedores e sociedade. Então, temos a situação onde um indivíduo, que possui seus próprios valores, é funcionário de uma empresa que lhe impõe os valores da organização.

Se os valores do indivíduo e os da organização se opõem, surge um conflito de valores. O conflito aparece quando é necessário escolher um entre valores de igual importância ou quando a importância relativa dos maiores não está bem determinada.

Essas discrepâncias causam tensão. Quando a estrutura de valores profissionais não está bem definida, esses conflitos podem produzir atritos e frustrações. Cabe ao líder interceder, para modificar comportamentos, favorecendo os valores da organização.

O líder precisa saber comunicar os valores da instituição e servir de exemplo para seus liderados, através de ações coerentes com os valores que procura transmitir, pois a sua credibilidade é de vital importância.

A compreensão e aceitação de valores comuns pelos funcionários reduz o conflito, diminui os obstáculos na comunicação e facilita a ação do grupo. Os funcionários imitam as características demonstradas pelo líder que respeitam. Isto evidencia a importância da conduta ética do líder, pois as atitudes são mais facilmente imitadas do que ensinadas.

Autor: Ronaldo Lundgren

Possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras; é Mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College; e Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Um comentário em “Conflito de valores”

Deixe uma resposta